Valor da Hora Trabalhada: Descubra como calcular

Valor da Hora Trabalhada: Descubra como calcular

valor da hora trabalhada descubra como calcular

Calcular o valor da hora trabalhada é uma das funções essenciais em qualquer negócio.

Afinal, um gestor precisa saber quanto vale o tempo dos funcionários e como essas horas estão sendo utilizadas, certo?

A boa notícia é que não precisa ser complicado descobrir essa informação.

Com um cálculo simples, você consegue administrar melhor a jornada dos colaboradores e garantir que cada minuto seja bem aproveitado

Quer ver como é fácil encontrar o valor da hora trabalhada?

É só continuar lendo e acompanhar todas as dicas deste conteúdo. 

O que é a jornada de trabalho?

Para calcular o valor da hora trabalhada, você precisa entender primeiro o que é a jornada de trabalho.

Basicamente, é o período em que o funcionário fica à disposição da empresa e durante o qual está efetivamente trabalhando. 

Essa jornada pode ser cumprida na sede da empresa, em uma atividade externa ou mesmo em home office – o importante é que o colaborador esteja exercendo suas funções e fazendo as entregas necessárias.

No Brasil, a jornada de trabalho padrão é regulamentada pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

No entanto, existem tipos de jornada que correspondem a outros modelos de contratação, como é no caso de autônomos, de prestadores de serviços, de freelancers e de funcionários intermitentes. 

Para este conteúdo, vamos focar no regime celetista, que é o mais comum nas empresas. 

O que a CLT diz sobre a jornada de trabalho 

A CLT, regulamentada pelo Decreto-Lei nº 5.452 de 1º de maio de 1943, determina que a jornada de trabalho deve ser de 8 horas diárias e 44 horas semanais, com até 2 horas extras ao dia. 

Logo, a jornada mais comum atualmente é de 220 horas por mês (44 horas por semana x 5 semanas por mês). 

Ela pode ser dividida em 8 horas diárias durante a semana com mais 4 horas aos sábados ou 8 horas e 48 minutos diários, sem expediente aos sábados. 

A lei também determina as seguintes regras:

  • Horas extras: são remuneradas com pelo menos 50% a mais do que o valor da hora normal e podem ser estabelecidas por acordo ou convenção coletiva
  • Intervalo intrajornada: o funcionário tem direito ao intervalo intrajornada de uma hora, ou horário de almoço, toda vez que a jornada ultrapassar 6 horas 
  • Intervalo interjornada: é o intervalo entre uma jornada e outra, que deve ser de no mínimo 11 horas consecutivas 
  • Descanso semanal remunerado (DSR): é o repouso semanal mínimo de 1 dia ao qual todo trabalhador tem direito
  • Hora noturna: a hora de trabalho noturna possui adicional de remuneração e deve ser contada como 52 minutos e 30 segundos, em vez dos habituais 60 minutos da hora diurna. 

Após a Reforma Trabalhista de 2017 (Lei nº 13.467/2017), foram criadas novas regras sobre a jornada de trabalho, como, por exemplo:

  • Banco de horas: forma de armazenamento das horas extras para compensá-las em folgas ou saídas antecipadas
  • Jornada parcial: as empresas podem adotar jornadas parciais de até 30 horas semanais ou 26 horas semanais, com possibilidade de horas extras
  • Pausa para o almoço: a empresa pode reduzir o horário de almoço, desde que pague pelo menos 50% do valor da hora de trabalho normal pelo tempo suprimido
  • Horas in itinere: são as horas que o trabalhador leva no deslocamento até o trabalho quando a empresa funciona em um local de difícil acesso, que deixaram de ser contabilizadas na jornada desde a reforma. 

Qual é a importância de calcular o valor da hora trabalhada?

valor da hora trabalhada qual importancia de calcular

Há várias razões para calcular o valor da hora trabalhada, que beneficiam tanto a empresa quanto o colaborador.

Abaixo, listamos as principais.

Transparência nas relações de trabalho

A transparência é essencial nas relações de trabalho, principalmente quando a legislação trabalhista é complexa, como no caso brasileiro.

Logo, calcular o valor da hora trabalhada é uma forma de manter uma relação justa com os colaboradores e deixar claro que a empresa está cumprindo seu papel com integridade e ética. 

Assim, sua empresa fica sempre regular com o governo e seus colaboradores ficam mais motivados

Cumprimento da CLT

A conformidade com a CLT é um requisito básico para qualquer empresa que valoriza a idoneidade e o cumprimento das leis. 

Para seguir o que diz a legislação, é obrigatório calcular o valor das horas trabalhadas, pois ele serve como base para elaborar a folha de pagamento. 

Além disso, essa simples medida evita processos trabalhistas e contribui com uma imagem positiva da empresa no mercado. 

Avaliar as despesas da empresa

As horas trabalhadas também são contabilizadas como custos das empresas e, por isso, precisam ser calculadas com precisão.

No caso, a folha de pagamento está na categoria de custos fixos, que são gastos mensais necessários para o funcionamento do negócio.

No plano financeiro, essas despesas precisam estar detalhadas para fazer as projeções de caixa e manter a saúde financeira da empresa. 

Como calcular o valor da hora trabalhada?

O valor da hora trabalhada depende do tipo de jornada e das horas extras contabilizadas.

Explicamos melhor abaixo sobre como fazer os cálculos. 

Jornada de trabalho comum 

Para calcular o valor da hora trabalhada em uma jornada de trabalho comum, vamos considerar um colaborador que cumpre 44 horas semanais (220 horas por mês). 

Agora, imagine que esse funcionário tem um salário bruto de R$ 2.500,00. 

Nesse caso, dividimos o valor do salário pela carga horária mensal: 

  • Hora trabalhada = R$ 2.500,00 / 220 horas = R$ 11,36.

Isso significa que o valor da hora trabalhada desse colaborador é de R$ 11,36.

Jornada de trabalho noturna

Como vimos, a hora de trabalho noturna é diferente da hora diurna, já que corresponde a 53 minutos e 30 segundos, em vez de 60 minutos.

Logo, 7 horas de trabalho noturno equivalem a 8 horas de trabalho diurno. 

Além disso, a empresa deve pagar um adicional de 20% sobre o valor da hora de trabalho normal.

Então, imagine que um colaborador do turno da noite cumpre uma jornada de 35 horas semanais (175 horas por mês) e ganha um salário nominal de R$ 2 mil.

O cálculo fica assim:

  • Hora trabalhada = R$ 2.000,00 / 175 = R$ 11,42.

Esse seria o valor da hora normal, mas também precisamos somar os 20% do adicional noturno:

  • Hora trabalhada = R$ 11,42 + (20% x 11,42) 
  • Hora trabalhada = R$ 11,42 + R$ 2,28
  • Hora trabalhada = R$ 13,70.

Com o adicional noturno, o valor da hora desse trabalhador vai para R$ 13,70.

Hora extra 

O cálculo da hora extra é bastante simples: é só acrescentar os 50% da hora normal ao valor. 

Então, vamos usar como exemplo o funcionário com valor da hora de trabalho de R$ 11,36.

Nesse caso, o cálculo fica:

  • Hora extra = R$ 11,36 + (50% x R$ 11,36)
  • Hora extra = R$ 11,36 + R$ 5,68
  • Hora extra = R$ 17,04.

Se esse funcionário fizesse 10 horas extras em um mês, por exemplo, teria direito a R$ 170,40 a mais no salário. 

Valor da hora trabalhada: por que fazer o controle da jornada de trabalho?

valor da hora trabalhada por que fazer controle da jornada de trabalho

Agora que você sabe calcular o valor da hora trabalhada, precisa entender a importância de manter esse controle.

Veja o que a empresa ganha com isso. 

Ganho de produtividade 

Quando a empresa tem controle sobre os valores e horas trabalhadas pelos funcionários, é mais fácil gerenciar a jornada e tomar medidas para melhorar a produtividade.

Além disso, os próprios colaboradores podem se motivar a cumprir horas extras para aumentar seus ganhos ou incrementar o banco de horas. 

Evita futuros conflitos 

Não ter controle sobre o valor da hora trabalhada é uma receita para conflitos trabalhistas e possíveis processos judiciais.

Com os valores registrados, o cálculo da folha de pagamento é sempre preciso e a empresa evita desgastes desnecessários com os funcionários. 

Auxilia na avaliação de desempenho dos colaboradores 

As horas trabalhadas podem servir como base para avaliar o desempenho dos colaboradores, traçar metas e criar campanhas de incentivo, por exemplo.

O RH também pode usar os dados para garantir uma remuneração justa de acordo com as responsabilidades de cada cargo e criar políticas de benefícios e planos de carreira. 

Auxilia no cálculo de horas extras

O banco de horas merece toda a atenção da empresa, e a gestão das horas extras se baseia no valor da hora trabalhada. 

Logo, é fundamental ter esse valor sempre à mão para compensar os funcionários de forma justa e fechar acordos na empresa. 

Conclusão

O objetivo desse conteúdo foi mostrar como se calcula o valor da hora trabalhada e a importância dessa medida em todas as empresas.

Obviamente, é preciso se aprofundar muito mais nos cálculos para fechar uma folha de pagamento, que considera cada segundo do controle de ponto e uma série de encargos, descontos e contribuições. 

Em ambos os casos, o empresário precisa de um contador de confiança para cuidar das rotinas de folha e garantir a regularidade do negócio.

E, então, conseguiu tirar suas dúvidas sobre o valor da hora trabalhada?

Para saber mais sobre serviços contábeis, confira o curso Como tornar a contabilidade um negócio extremamente lucrativo, que ensina como empreender na área e ter um escritório bem-sucedido.

Márcio Bento

Contador, CEO da Patrimonium Contabilidade, fundada em 2011. Já atendeu mais de 1.000 clientes em 23 estados, com 15 anos de experiência na área.

Criado e desenvolvido por Olah Comunicação Digital.