Orçamento Empresarial: O que é, a importância e como fazer

Orçamento Empresarial: O que é, a importância e como fazer

Orçamento Empresarial - Patrimonium Thinking

O orçamento empresarial é indispensável para tomar decisões sobre dinheiro e alcançar o sucesso no empreendedorismo.

Acredito que você consulte seu orçamento pessoal antes de fazer uma compra de alto valor ou um grande investimento, não é?

O mesmo vale para a empresa, que precisa ter uma base confiável e dados precisos sobre sua situação financeira para traçar seus objetivos, investir e reduzir custos.

Por isso, vou mostrar a você a importância de um bom orçamento empresarial e como fazê-lo do jeito certo.

Quer dar mais esse passo na sua gestão financeira?

Está fácil: é só continuar a leitura. 

O que é e para que serve o orçamento empresarial?

O orçamento empresarial é uma ferramenta de planejamento financeiro que serve para projetar as receitas e despesas das empresas em um determinado período.

Tradicionalmente, ele é elaborado no fim do ano para entender quais foram os resultados do negócio no período e o que esperar para o próximo ano.

Com as projeções do orçamento empresarial em mãos, o gestor consegue visualizar os caminhos possíveis para a redução de custos e o aumento dos lucros.

Qual a importância de ter um bom orçamento empresarial?

Um bom orçamento empresarial é fundamental para a tomada de decisão financeira.

Ao mesmo tempo, ele reúne os dados passados necessários para fazer um diagnóstico do negócio e as projeções essenciais para planejar o futuro em relação às finanças.

Assim, o gestor financeiro ganha uma visão de longo prazo das receitas, custos e despesas da empresa, e pode definir as prioridades para evoluir no próximo ano. 

Por exemplo, o orçamento serve como referência para planejar a abertura de uma nova filial, o lançamento de um novo produto ou serviço, ou mesmo o corte de custos em determinada área.

Quais informações devem constar em um orçamento empresarial?

Quais informações devem constar em um orçamento empresarial - Patrimonium Thinking

Estas são as informações que não podem faltar no seu orçamento empresarial:

  • Todas as receitas do período (faturamento de vendas, rendimentos de aplicações, aluguéis, etc.)
  • Todos os custos e despesas do período (locação de escritório, folha de pagamento, impostos, etc.)
  • Investimentos realizados pela empresa 
  • Empréstimos tomados
  • Fluxo de caixa projetado
  • Ativo fixo (capital acumulado em forma de bens e direitos).

Quais são os tipos de orçamento empresarial?

tipos de orçamento empresarial - Patrimonium Thinking

Existem vários tipos de orçamento empresarial com diferentes aplicações.

Conheça os mais usados nas organizações. 

Estático

O orçamento estático é aquele que se mantém fixo, ou seja, não sofre alterações durante todo o processo.

Nesse tipo de orçamento, a empresa precisa seguir à risca o que foi planejado do início ao fim, sem abertura para mudanças. 

Por isso, é mais usado em pequenas empresas que estão começando a se organizar e precisam de uma referência sólida. 

Flexível

O orçamento flexível é o contrário do estático, pois permite alterações a qualquer momento.

Ele inclui todos os custos fixos e variáveis e permite que os recursos sejam realocados conforme as prioridades da empresa vão mudando. 

Variável

O orçamento variável é um dos tipos clássicos da administração, criado na década de 1970 na Alemanha.

Ele foi o primeiro a considerar os custos fixos e variáveis da organização, separando os gastos que estão relacionados diretamente com a produção dos desembolsos necessários para manter o funcionamento da empresa.

Assim como o orçamento flexível, permite que a empresa modifique projeções e faça ajustes ao longo do processo.

Contínuo

O orçamento contínuo é elaborado com a perspectiva de um ano, mas costuma passar por revisões mensais, trimestrais e/ou semestrais. 

É o tradicional orçamento de fim de ano, que acompanha o planejamento estratégico e o balanço patrimonial da organização. 

A vantagem desse tipo de orçamento é que ele permite mensurar o que vem dando certo e o que precisa ser modificado, principalmente em empresas que precisam de rapidez na tomada de decisão. 

Ajustado

O orçamento ajustado é bem parecido com o contínuo, pois tem como principal característica a possibilidade de ajustes ao longo do processo.

Nesse caso, os gestores monitoram o desempenho financeiro e os movimentos do mercado, alterando os cálculos do orçamento sempre que necessário. 

Base zero

O orçamento base zero é um dos mais trabalhosos da lista, pois exige que todas as informações passadas da empresa sejam “zeradas”.

Logo, é preciso definir um orçamento do zero, com novas metas, objetivos e projeções. 

Por essa razão, ele é muito utilizado por grandes empresas que estão passando por processos de reestruturação. 

Estratégico

O orçamento estratégico é aquele definido junto ao planejamento anual da empresa.

Ele segue os objetivos definidos no plano e considera vários cenários possíveis para o próximo ano.

Se a empresa tem pretensões de lançar novos produtos, abrir novas unidades ou criar uma nova área, esse é o tipo de orçamento ideal.

Incremental

Por fim, o orçamento incremental é o contrário do base zero, pois se baseia exclusivamente em dados financeiros anteriores para criar uma projeção futura. 

Ele é útil quando a empresa tem um histórico consolidado e informações suficientes para projetar cenários mais confiáveis. 

Como escolher o melhor tipo de orçamento empresarial? 

O melhor tipo de orçamento empresarial depende de fatores como porte, situação financeira, grau de maturidade e objetivos da empresa.

Se você abriu uma pequena empresa há pouco tempo, por exemplo, pode se beneficiar de um orçamento estático para seguir até o fim com as metas de crescimento. 

Se estiver à frente de uma startup, os tipos flexível e contínuo são mais adequados ao ritmo ágil e cenário de mudanças rápidas da organização. 

Agora, se sua empresa está crescendo e cheia de planos para o próximo ano, um orçamento estratégico dividido por áreas pode ser mais interessante para avançar. 

O que é preciso para fazer um orçamento empresarial?

O que é preciso para fazer um orçamento empresarial - Patrimonium Thinking

Para fazer um orçamento empresarial, você precisa basicamente de dados financeiros da empresa e de uma ferramenta de organização à sua escolha.

Os dados podem ser extraídos do seu sistema de gestão, caso utilize um, ou dos demonstrativos contábeis como DRE (Demonstração de Resultado de Exercício) e balanço patrimonial.

Já a ferramenta pode ser uma simples planilha do Excel ou um sistema contábil mais sofisticado, dependendo do nível de complexidade do orçamento. 

Como fazer um orçamento empresarial? 

Em resumo, para fazer um orçamento empresarial, você deve seguir os passos que listo abaixo:

  1. Faça um diagnóstico financeiro da empresa
  2. Defina metas e objetivos para o período
  3. Liste todas as receitas
  4. Liste todos os custos e despesas (fixos e variáveis)
  5. Calcule o ativo fixo 
  6. Faça projeções financeiras para o período
  7. Planeje onde irá cortar custos e onde irá investir
  8. Registre tudo em uma planilha ou software. 

Conclusão

Neste artigo, abordei o básico que você deve saber sobre orçamento empresarial para ter uma boa gestão financeira. 

Assim como a pessoa física deve consultar seu orçamento para tomar decisões financeiras, a empresa também necessita desse documento de referência para gerenciar seu dinheiro.

E então, tirou suas dúvidas sobre orçamento para empresas?

Se quiser uma aula completa sobre gestão orientada a resultados, confira no curso Como tornar a contabilidade um negócio extremamente lucrativo.

Márcio Bento

Contador, CEO da Patrimonium Contabilidade, fundada em 2011. Já atendeu mais de 1.000 clientes em 23 estados, com 15 anos de experiência na área.

Criado e desenvolvido por Olah Comunicação Digital.