O que é faturamento: como calcular e dicas para expandir

O que é faturamento: como calcular e dicas para expandir

o que é faturamento como calcular dicas para expandir

Todo contador precisa saber com clareza o que é faturamento. 

Afinal, trata-se de um conceito essencial à avaliação da saúde financeira de qualquer negócio.

Por meio do faturamento, o profissional de contabilidade identifica o tamanho da empresa e ajuda a definir em qual regime tributário ela se enquadra. 

O indicador também é útil na elaboração de estratégias de crescimento, na redução de custos e no aumento dos lucros.

Mas, afinal, o que é faturamento exatamente? E qual a diferença entre faturamento e receita? 

Se você tem esse tipo de questionamento ou se busca uma boa resposta para oferecer a seus clientes, me acompanhe nos tópicos a seguir.

O que é o faturamento de uma empresa?

Apesar de ser um termo bastante usual, muitas pessoas não sabem ao certo o que é faturamento de uma empresa. 

É comum a confusão principalmente entre faturamento e receita (explico com mais detalhes adiante).

Então, vale esclarecer.

Faturamento é a soma de todas as vendas de produtos ou serviços durante determinado período.

O termo deriva da palavra fatura, o documento fiscal que comprova a transação comercial. 

Faturamento, portanto, é a soma de todas as faturas emitidas em um período específico, inclusive das vendas a prazo.

Agora que você entendeu o que é faturamento, vou especificar os dois tipos que usamos na contabilidade:

Faturamento bruto

O faturamento bruto é a soma de todas as vendas faturadas em um período, sem nenhum tipo de desconto ou dedução. 

Exemplo: uma loja de bicicletas vendeu 10 unidades a R$ 1 mil em um mês. Logo, seu faturamento bruto foi de R$ 10 mil. 

Para encontrar o faturamento bruto, basta multiplicar o valor dos produtos vendidos pela quantidade de vendas. Simples assim.

Faturamento líquido 

Para descobrir o faturamento líquido, é preciso subtrair do faturamento bruto os tributos devidos ao governo e eventuais vendas canceladas ou produtos devolvidos. 

Para que serve o faturamento de uma empresa?

o que é faturamento para que serve de uma empresa

O faturamento é um indicador contábil usado para diferentes fins, desde o acompanhamento do desempenho do negócio ao enquadramento fiscal.

Dentre as principais finalidades, posso listar:

Enquadramento da empresa no regime tributário adequado

A legislação brasileira estabelece diferentes critérios de tributação conforme o porte da empresa.

Micro e pequenas empresas têm regimes tributários simplificados. Já empresas de médio e grande porte são submetidas a regras mais detalhadas. 

Como o porte da empresa é definido pelo seu faturamento, tal indicador servirá de base para a aplicação das alíquotas. 

Acompanhamento do crescimento do negócio

O faturamento também é uma métrica importante para acompanhar o desempenho da empresa. 

Aumento consistente do faturamento significa crescimento nas vendas, o que pode sinalizar mais lucro e prosperidade.

Afinal, vender mais é o desejo de toda empresa que quer gerar valor no mercado. 

Busca por financiamento

O faturamento também tem grande relevância na busca por fontes de financiamento, seja para expansão do negócio ou um projeto específico. 

As instituições financeiras analisam diferentes indicadores sobre a saúde financeira da empresa antes de conceder o crédito

Nesse aspecto, o tamanho do faturamento ajuda na aprovação do financiamento e tem influência nas condições do crédito.

Cálculo dos resultados

O faturamento serve, ainda, como base para calcular os resultados da empresa, como o lucro.

A relação entre faturamento e lucro, inclusive, é outro indicador que ajuda na análise de performance. 

Se o faturamento aumenta, mas o lucro diminui, aconteceu algo que precisa ser investigado. 

Cabe, então, ao profissional de contabilidade identificar o motivo da discrepância e propor soluções para seu cliente.

Faturamento x Lucro x Receita: quais são as diferenças?

Agora que você sabe claramente o que é faturamento, vou explicar os conceitos de lucro e receita. 

A diferença entre faturamento e lucro é evidente, mas muitas pessoas ainda confundem faturamento com receita. 

Embora semelhantes, são termos com significados diferentes. Vamos entender:

  • Faturamento: é a soma de todas as faturas (vendas) em determinado período. Entram na conta as vendas à vista e a prazo, ou seja, aquelas vendas faturadas mas não recebidas
  • Receita: é a soma de todo o dinheiro que entra efetivamente no caixa. Aqui não consta, por exemplo, a venda a prazo. Por outro lado, os juros de uma aplicação financeira fazem parte da receita, mas não são contabilizados no faturamento
  • Lucro: é o que sobra após o pagamento dos custos e despesas. Se a receita foi suficiente para quitar todas as dívidas e ainda sobrou dinheiro, então, a empresa teve lucro. 

Como o faturamento influencia no regime tributário de uma empresa? 

o que é faturamento como influencia no regime tributario de uma empresa

O faturamento tem tudo a ver com o regime tributário. 

É com base nesse dado que a empresa é classificada como microempresa, empresa de pequeno porte, de médio ou grande porte.

O peso do imposto e a forma de cobrança são diferentes para cada regime tributário.

A partir do faturamento, a empresa tem condições de se adequar a um dos três regimes de tributação, que são: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real. 

Simples Nacional

O Simples Nacional é o regime mais simples de tributação, destinado a empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano.

Entram nessa categoria as Microempresas (ME), cujo faturamento é limitado a R$ 360 mil por ano, e as Empresas de Pequeno Porte (EPP), com faturamento de até R$ 4,8 milhões.

O Simples Nacional tem alíquotas diferenciadas e reúne em um único documento de arrecadação (DAS) tributos como IRPJ, CSLL, PIS, COFINS, IPI, dentre outros.

Lucro Presumido

O Lucro Presumido é um regime tributário destinado a empresas que faturam até R$ 78 milhões por ano. 

Tem esse nome porque a Receita Federal presume o lucro que cada empresa terá com base no segmento no qual atua. 

Lucro Real

O Lucro Real, por sua vez, é o regime tributário mais completo e complexo, destinado a empresas que faturam mais de R$ 78 milhões por ano. 

Aqui, há uma exceção: dependendo do ramo de atuação, a empresa pode ser obrigada a adotar o Lucro Real, mesmo que fature menos. 

Nesse modelo, os tributos são calculados com base no lucro efetivamente apurado, o que exige uma contabilidade completa e bem mais detalhada.

Como saber o faturamento de uma empresa: veja como calcular

o que é faturamento como saber de uma empresa veja como calcular

Calcular o faturamento de uma empresa é tarefa fácil: basta uma simples conta de multiplicação:

  • Faturamento = preço do produto/serviço vendido * unidades vendidas. 

Exemplo: uma barbearia fez 300 cortes de cabelo durante o mês a R$ 15,00 cada. 

Logo, o faturamento foi de R$ 4.500,00, mesmo que algum serviço tenha sido pago no cartão de crédito e a barbearia ainda não recebeu.

Caso o objetivo seja descobrir quanto foi o faturamento líquido, basta subtrair do faturamento bruto os impostos.

Para empresas que vendem diferentes produtos ou serviços, basta aplicar a fórmula a cada um dos itens e somar os resultados.

O que é faturamento: 3 dicas de como aumentar o faturamento de sua empresa

o que é faturamento 3 dicas de como aumenta de sua empresa

Adotar estratégias visando aumentar o faturamento é o primeiro passo para melhorar os resultados de uma empresa.

Afinal, se o seu cliente vende mais, é provável que os lucros também cresçam – caso a margem seja mantida, claro.

Com a adoção de algumas estratégias simples é possível aumentar o faturamento. Confira:

1. Invista em marketing

Uma boa campanha de marketing pode alavancar as vendas e aumentar a participação de mercado de uma organização. 

Nesse contexto, o marketing digital é uma estratégia simples, eficiente e barata. 

Há diversas ferramentas que tornam possível realizar uma campanha na web.

2. Precifique corretamente

A definição correta e justa de preços dos produtos e serviços é muito importante para melhorar o faturamento.

A composição de preço deve estar dentro de uma lógica de mercado e levar em conta diferentes variáveis, como custo da mercadoria ou serviço, margem de lucro e análise dos concorrentes. 

Preço alto demais afugentará clientes. 

Baixo demais poderá até aumentar o faturamento, mas as margens de lucro do negócio serão corroídas. 

É preciso equilíbrio e critério na precificação. E, mais uma vez, o papel do contador é fundamental e estratégico.

3. Fidelize o cliente

Vender mais para os mesmos clientes deve ser o objetivo de toda empresa. Afinal, é sempre mais fácil e barato fazer negócio com quem a gente já conhece. 

Iniciativas que visam cultivar o relacionamento, seja oferecendo descontos ou ofertas exclusivas, fazem toda diferença para conquistar a fidelização.

A ideia é garantir que o cliente esqueça a concorrência quando precisar novamente daquele serviço ou produto. 

Conclusão

Espero, com este artigo, ter esclarecido o que é faturamento e sua importância para o desenvolvimento de um negócio. 

Mais do que medir o porte de uma empresa, esse importante indicador serve para delinear metas e objetivos, seja de redução de custos ou aumento de lucros. 

Com algumas dicas práticas, você pode ajudar seu cliente a aumentar o faturamento sem precisar fazer investimentos robustos. 

É possível também melhorar a lucratividade, reduzindo, por exemplo, o peso dos impostos através de um bom planejamento tributário. 

Gostou das dicas? Quer descobrir como encantar seus clientes e lucrar mais? 

Então, conheça meu curso “Como tornar a contabilidade um negócio extremamente lucrativo”.

Você vai transformar seu escritório, revolucionar sua carreira e desenvolver ainda mais suas habilidades profissionais para se tornar um contador de sucesso.

Espero você lá!

Márcio Bento

Contador, CEO da Patrimonium Contabilidade, fundada em 2011. Já atendeu mais de 1.000 clientes em 23 estados, com 15 anos de experiência na área.

Criado e desenvolvido por Olah Comunicação Digital.