MEI Precisa de Contador? Respondemos Sua Dúvida Agora!

MEI Precisa de Contador? Respondemos Sua Dúvida Agora!

MEI precisa de contador responderemos sua duvida

Será que o MEI precisa de contador ou dá para tocar o negócio sozinho?

Já recebi essa dúvida várias vezes aqui na Patrimonium Thinking, e este artigo é dedicado a respondê-la de uma vez por todas.

Para começar, é melhor você saber desde já que o microempreendedor individual não é obrigado por lei a contratar um contador.

Mas isso não significa que ele não seja necessário para o crescimento do negócio.

A seguir, você vai entender quando o MEI precisa de contador e por que é uma boa ideia ter esse profissional por perto.

E se você é da área contábil, use as informações deste conteúdo para convencer microempreendedores sobre a importância do seu trabalho.

Vem comigo que eu explico. 

Afinal, MEI precisa de contador?

O MEI precisa de contador se quiser apoio profissional para organizar suas contas e ter mais tranquilidade na gestão, mas não é um serviço obrigatório

Desde o início, quero deixar claro que não existe nenhuma lei que obrigue o microempreendedor individual a ter sua própria contabilidade.

O Portal do Empreendedor diz que o MEI “não é obrigado a contratar um contador ou manter a contabilidade formal”, além de não precisar do livro caixa.

No entanto, ele precisa cumprir algumas obrigações fiscais, como registrar suas receitas mensalmente e enviar informações do funcionário (se houver) pelo eSocial simplificado.

Por isso, há microempreendedores que optam voluntariamente pela contratação de um contador para ajudar na organização do negócio e receber orientações. 

Nesse ponto, vou ser bem direto com você: o MEI que tem visão de negócio e consegue crescer quase sempre tem um contador como braço direito.

Então, por mais que não seja obrigatório, vale a pena considerar um serviço de contabilidade – principalmente se você tem planos ambiciosos. 

Lei Complementar n° 128/2008

A Lei Complementar nº 128/2008 criou a figura do microempreendedor individual e definiu regras específicas para essa categoria.

No caso, foi criado um processo de registro com trâmites especiais, ainda mais simples do que o das microempresas. 

Dentro do Simples Nacional, que é o regime tributário simplificado para micro e pequenas empresas, o MEI tem seu próprio regime, chamado SIMEI.

Dessa forma, ele consegue recolher todos os impostos em uma única guia mensal com alíquotas simbólicas – o valor total não passa de R$ 61,00 em 2021

Além disso, o MEI pode se registrar 100% online e obter seu CNPJ na hora com alguns poucos documentos, sem complicações. 

Como um contador pode auxiliar o MEI?

MEI precisa de contador como um pode auxiliar

O contador pode auxiliar o MEI em suas obrigações legais e também oferecer suporte à gestão.

Abaixo, detalho melhor as funções que esse profissional exerce.

Organização contábil 

Embora o MEI não seja obrigado a fazer a escrituração fiscal e contábil como outras empresas, ele precisa manter um registro mensal de suas vendas (ou serviços prestados) e compras.

Além disso, se decidir contratar um funcionário, precisa conhecer os trâmites para formalizar a admissão e enviar os dados da folha de pagamento ao governo.

E claro que é muito mais fácil cumprir essas obrigações com o apoio de um contador experiente, concorda?

Compreender os ganhos

O microempreendedor individual precisa acompanhar de perto sua receita mensal e saber quanto está lucrando de fato. 

Para isso, é preciso conhecer também os custos e ter a ajuda de um contador para fazer os cálculos.

Orientações diversas

O contador não serve só para cuidar da burocracia: ele também orienta o MEI em sua gestão e esclarece dúvidas financeiras, fiscais, trabalhistas e jurídicas.

Acredite: faz toda a diferença ter esse apoio na hora de tomar decisões e planejar o crescimento do negócio.

Fazer declarações

Uma das obrigações do microempreendedor individual é fazer uma declaração anual com todas as receitas obtidas.

Nesse caso, o contador agiliza todo o processo e garante que o documento seja enviado sem erros. 

Elaborar relatórios 

Mesmo empresas individuais precisam de relatórios para analisar seu desempenho.

Com o auxílio de um contador, o MEI tem acesso aos principais demonstrativos e análises sobre suas finanças e pode melhorar sua tomada de decisão.

Quais são as obrigatoriedades fiscais do MEI?

O MEI possui, basicamente, cinco obrigações fiscais:

  • Pagar a contribuição mensal ao INSS e o imposto devido (ICMS ou ISS) por meio da guia DAS (Documento de Arrecadação do Simples)
  • Emitir nota fiscal eletrônica, se for obrigatório para sua atividade e local
  • Elaborar um relatório mensal de receitas para acompanhamento
  • Fazer a Declaração Anual do MEI (DASN-SIMEI)
  • Se tiver um funcionário, deve enviar as informações por meio do eSocial simplificado (folha de salário, Relação Anual de Informações Social, comunicação de afastamento, etc.).

Quais são as vantagens do profissional MEI contratar uma contabilidade?

MEI precisa de contador quais são as vantagens profissional contratar uma contabilidade

Todo MEI pode se beneficiar da contratação de um contador.

Comprovo essa afirmação com as vantagens abaixo. 

Auxílio na na redução de custos 

O contador é o profissional certo para revisar os custos do MEI e encontrar oportunidades para reduzir gastos.

Assim, é possível aumentar os lucros sem impactar as atividades da empresa.

Crescimento do negócio 

Tornar-se microempreendedor individual é só o começo quando se tem visão de negócio.

Por isso, recomendo um contador a todos os MEIs que pretendem crescer e precisam de ajuda para fazer seu planejamento estratégico. 

Conformidade com a legislação 

Como vimos, o MEI tem obrigações a cumprir, e o contador pode garantir que a empresa esteja sempre em conformidade com a legislação.

Assim, não há risco de exclusão ou desenquadramento por pendências com o Fisco. 

Possibilidade de se concentrar no real objetivo do negócio 

Quando você tem um contador para cuidar das obrigações legais e orientar sua gestão, fica muito mais fácil focar no objetivo central do negócio.

Afinal, você ganha tempo e pode se dedicar aos planos de crescimento, em vez de perder horas com atividades administrativas e burocráticas. 

Conclusão

Escrevi este artigo para esclarecer de uma vez por todas se o MEI precisa de contador.

Como vimos, é um serviço opcional, mas que faz toda a diferença para o progresso do negócio e organização contábil.

Então, se você é MEI, recomendo fortemente que procure os serviços de um contador.

E se você trabalha como contador, minha dica é que você mire nesse público e crie serviços específicos para o microempreendedor individual.

Aproveite e confira mais dicas no meu curso Como tornar a contabilidade um negócio extremamente lucrativo.

Márcio Bento

Contador, CEO da Patrimonium Contabilidade, fundada em 2011. Já atendeu mais de 1.000 clientes em 23 estados, com 15 anos de experiência na área.

Criado e desenvolvido por Olah Comunicação Digital.