Como calcular margem de lucro: Veja um exemplo prático!

Como calcular margem de lucro: Veja um exemplo prático!

como calcular margem de lucro veja um exemplo pratico

Saber como calcular margem de lucro é tarefa corriqueira nos escritórios de contabilidade – e deveria ser também na rotina de todo empreendedor

Mesmo assim, dúvidas podem aparecer. 

Afinal, existe mesmo uma margem de lucro ideal?

Em uma Demonstração de Resultado do Exercício (DRE), a margem de lucro é um dado importantíssimo, pois mede o quão rentável é o negócio.

O cálculo é feito sempre em percentual, diferentemente do lucro em valores nominais. 

Existe uma fórmula para isso e vou falar sobre ela ao longo deste texto.

Interessado em dominar o assunto de ponta a ponta? Então, leia o artigo até o final. 

Acesse também este vídeo no meu canal no YouTube para entender a diferença entre uma empresa de margem e uma empresa de escala.

Afinal, o que é margem de lucro?

como calcular margem de lucro afinal o que é

Margem de lucro é o valor em percentual da fatia do faturamento que sobra efetivamente para a empresa após descontados os custos e despesas.

O cálculo da margem permite uma compreensão mais exata da rentabilidade do negócio. 

O lucro em valores nominais até é um dado importante, mas por si só diz muito pouco.

A seguir, entenda a diferença entre margem de lucro bruta e líquida e como calcular cada uma delas. 

Margem de lucro bruta

A margem de lucro bruta é o percentual correspondente à diferença entre o faturamento e o custo dos produtos vendidos.

Para calcular a margem bruta, basta subtrair o custo do produto/serviço da receita, dividir pela receita e multiplicar por 100 para encontrar o percentual.

A fórmula é:

  • Margem Bruta = Lucro Bruto / Receita *100

A margem bruta tem importância relevante na precificação de produtos/serviços e na discriminação do mix.

Quais produtos ou serviços são mais lucrativos? Quais são menos? O produto tem margem baixa, mas vende em escala?

São questões possíveis de serem respondidas quando há um mapeamento de quanto cada item traz de retorno para a empresa. 

Margem de lucro líquida

A margem de lucro líquida é um desdobramento da margem bruta. 

A fórmula de cálculo, inclusive, segue a mesma lógica: 

  • Margem Líquida = Lucro Líquido / Receita *100.

A diferença está, basicamente, na composição dos valores a pagar. 

Enquanto, na margem bruta, o cálculo considera apenas o custo do produto vendido, na margem líquida, todas as despesas entram na conta. 

As principais são:

  • Impostos e encargos sociais
  • Despesa com o setor administrativo
  • Aluguel, reformas e outros custos fixos ou não recorrentes
  • Contas de consumo, como telefone e internet.

Margem líquida é o lucro líquido medido em percentual, ou seja, o dinheiro que efetivamente sobra para os sócios após deduzidos todos os custos e despesas.

O lucro líquido geralmente aparece na última linha da Demonstração de Resultado do Exercício (DRE), que é um importante relatório contábil.

Qual é a importância de calcular a margem de lucro?

Saber como calcular a margem de lucro é fundamental para descobrir se uma empresa é rentável e se traz o retorno esperado sobre o capital investido.

Para companhias com algum histórico de mercado, a avaliação deve considerar também recortes temporais para identificar se o negócio está progredindo ou não.

São dados que dizem muito sobre a qualidade da gestão. 

A margem de lucro está aumentando? Diminuindo? Estável? Quais fatores estão causando impactos? 

Alterações na margem de lucro podem estar relacionadas a questões externas (como câmbio, inflação, mudanças na legislação e tempos de crise) ou internas (como baixa produtividade e equipamentos desgastados).

Ao calcular a margem de lucro, é importante que o contador ajude o cliente a comparar o desempenho da empresa com o de outras do mesmo setor e com a média do mercado.

Assim, terá parâmetros que o ajudam a entender se está ou não no caminho certo.

Quais são os pilares da margem de lucro?

Para descobrir como calcular margem de lucro, é preciso entender como funcionam os três pilares que fazem parte da conta. 

São eles:

Custos e despesas

Apesar de parecidos, custos e despesas têm significados diferentes no ambiente dos negócios. 

Custos estão relacionados à atividade-fim da empresa, como matéria-prima, energia elétrica e outros. 

Já as despesas são os gastos que não têm relação direta com o produto/serviço.

São exemplos de despesas: impostos, aluguel, materiais de escritório, conta de telefone e outros.

Preço de venda

O preço de venda de um produto ou serviço deve considerar os custos (relacionados à atividade-fim) e as despesas da empresa.

Vimos acima que custos e despesas têm conceitos diferentes.

Mas não para por aí. 

A precificação deve levar em conta também o preço de mercado do produto ou serviço oferecido. 

Antes de bater o martelo, o empreendedor deve se perguntar: “Será que as pessoas vão comprar meu produto por esse preço?”

Lucro

O lucro, por fim, é o dinheiro que sobra da receita após o pagamento dos custos e despesas. 

Para encontrar o lucro bruto, basta subtrair o custo do produto vendido do faturamento total.

Na conta do lucro líquido, entram também as despesas necessárias ao funcionamento do negócio, mas que não estão diretamente ligadas à atividade-fim.

Pode ocorrer, inclusive, de uma empresa apresentar lucro bruto e prejuízo líquido ao mesmo tempo.

Como calcular a margem de lucro de uma empresa?

como calcular margem de lucro como calcular de uma empresa

Para descobrir como calcular a margem de lucro de uma empresa, primeiro, é preciso ter os dados do faturamento, custos/despesas e lucro. 

Em seguida, basta aplicar os dados à fórmula:

  • Margem de Lucro = Lucro / Receita *100.

O exemplo abaixo será útil para você entender o cálculo, usar em seu próprio benefício enquanto gestor ou assessorar melhor os clientes da sua contabilidade.

Exemplo prático de como calcular a margem de lucro

Uma loja virtual faturou R$ 60 mil em determinado mês. 

Com os produtos vendidos, teve um custo de R$ 25 mil. As despesas com aluguel, telefone, internet e setor administrativo somaram R$ 5 mil. 

Qual a margem de lucro bruta dessa empresa? Vamos calcular.

  • Margem Bruta = Lucro Bruto / Receita * 100
  • Margem Bruta = (R$ 60.000,00 – R$ 25.000,00) / R$ 60.000,00 * 100
  • Margem Bruta = R$ 35.000,00 / 60.000,00 * 100
  • Margem Bruta = 58,3%.

E a margem líquida?

  • Margem Líquida = Lucro Líquido / Receita * 100
  • Margem Líquida = (R$ 60.000,00 – R$ 30.000,00) / R$ 60.000,00 * 100
  • Margem Líquida = R$ 30.000,00 / 60.000,00 * 100
  • Margem Líquida = 50%.

Existe uma margem de lucro ideal?

Existem consensos entre especialistas sobre uma média de margem de lucro ideal para empresas de acordo com o setor de atuação. 

A Receita Federal também adota o Lucro Presumido como um regime de tributação que presume quanto uma empresa obteve de lucro de acordo com o setor no qual está inserida. 

De maneira geral, a margem de lucro ideal para o setor de serviços gira em torno de 20% a 30%. Do setor de comércio, de 8% a 15%. E, da indústria, de 6% a 8%.

Porém, na prática, as margens são impactadas por diversas variáveis, resultando em diferenças substanciais de uma empresa para outra, mesmo que o setor seja o mesmo. 

Uma variável importante será sempre a qualidade da gestão e do controle contábil.

Como determinar a margem de lucro de sua empresa?

A margem de lucro de uma empresa é determinada conforme o tipo de produto ou serviço que ela oferece. 

São consideradas empresas de margem aquelas que giram pouco, mas lucram muito. 

Geralmente, são conhecidas por oferecerem produtos com alto valor agregado.

Empresas de escala, por outro lado, lucram pouco sobre cada produto vendido, mas giram muito. 

Ganham no volume, portanto.

A determinação da margem de lucro deve levar em conta o tipo de produto oferecido, custos e despesas, além do valor de mercado. 

5 Dicas para aumentar a margem de lucro de sua empresa

como calcular margem de lucro 5 dicas para aumentar de sua empresa

Encontrou sua margem de lucro, mas gostaria que ela fosse maior?

Comece por estas cinco dicas:

1. Faça um planejamento de seus custos e despesas

Tão importante quanto faturar alto é controlar custos e despesas. 

Faça uma análise e veja se há gastos desnecessários que estão queimando recursos.

2. Busque fornecedores com boas condições comerciais

Comprar bem é outro detalhe que faz a diferença no lucro de qualquer empresa. 

Quanto menor o custo dos produtos vendidos, maior a margem de lucro. 

3. Compare os seus preços com os do concorrente

É bom ficar sempre de olho no concorrente. 

Como estão seus preços considerando os pares de mercado? Será hora de fazer um reajuste?

4. Invista em um diferencial

Fazer algo novo, que agregue valor ao cliente, pode aumentar consideravelmente a margem de lucro de um negócio. 

Invista nisso.

5. Reduza custos

Sempre que possível, reduza custos e despesas. 

Você pode fazer isso de diferentes maneiras, seja negociando desconto com fornecedores, seja otimizando gastos com a estrutura administrativa.

Conclusão

Saber como calcular a margem de lucro de um negócio é fundamental para a tomada de decisões

Com os dados corretos, é simples fazer o cálculo. Basta usar a fórmula e pronto.

O resultado, medido sempre em percentual, vai revelar o quanto a empresa é rentável e se o retorno sobre o investimento está dentro das expectativas.

Margens de lucro são diferentes para cada tipo de negócio, mas, independente do setor, está intimamente ligada a uma boa gestão. 

Empresas bem administradas, com custos e despesas sob controle e bons fornecedores, tendem a apresentar margens de lucro melhores.

E para chegar a esse resultado, o contador é figura chave.

Com seu conhecimento e experiência, atua como um verdadeiro consultor de negócios, indicando o caminho para o sucesso.

Então, esclareceu suas dúvidas sobre como calcular margem de lucro? 

Se você gostou do artigo, vai gostar mais ainda do meu curso Como tornar a contabilidade um negócio extremamente lucrativo.

Garanta sua inscrição agora!

Márcio Bento

Contador, CEO da Patrimonium Contabilidade, fundada em 2011. Já atendeu mais de 1.000 clientes em 23 estados, com 15 anos de experiência na área.

Criado e desenvolvido por Olah Comunicação Digital.